A reconstruÇÃo da BabilÔnia

Segundo a Bíblia, a Babilônia será o local de onde o anticristo governará o mundo por sete anos. Veja estes trechos da Bíblia que mencionam essa profecia, entre outros:

  • Apocalipse 16:19
    "e a grande cidade fendeu-se em três partes, e as cidades das nações caíram; e Deus lembrou-se da grande Babilônia, para lhe dar o cálice do vinho do furor da sua ira."
  • Apocalipse 17:5
    "e na sua fronte estava escrito um nome simbólico: A grande Babilônia, a mãe das prostituições e das abominações da terra"

Existem estudiosos da Bíblia que mencionam que a Babilônia aqui mencionada não seria a mesma Babilônia da época de Jeremias, mas alguma cidade moderna, como Nova Iorque (ou outro centro econômico importante) que poderia ser a capital mundial do governo do anticristo. Respeitamos a posição teológica, porém não adotamos essa mesma premissa por dois motivos:

  • A interpretação profética da Bíblia sobre o final dos tempos sempre tem se cumprido de maneira literal, sendo que os acontecimentos hoje ocorrem exatamente como descritos na época em que foram escritos;
  • A Babilônia foi realmente reconstruída, conforme mostraremos a seguir.

A Bíblia menciona a Babilônia como sendo a morada do anticristo durante o período de Tribulação. A Babilônia está situada cerca de 80 km ao sul de Bagdá, no atual Iraque:

 

Em Isaías 13 e 14 e em Jeremias 50 e 51 está prevista uma destruição total da Babilônia:

“E Babilônia, o ornamento dos reinos, a glória e a soberba dos caldeus, será como Sodoma e Gomorra, quando Deus as transtornou. Nunca mais será habitada, nem nela morará alguém de geração em geração; nem o árabe armará ali a sua tenda, nem tampouco os pastores ali farão deitar os seus rebanhos.” - Isaías 13:19-20

“Então proferirás este provérbio contra o rei de Babilônia, e dirás: Como já cessou o opressor, como já cessou a cidade dourada! Já quebrantou o Senhor o bastão dos ímpios e o cetro dos dominadores.” - Isaías 14:4-5

“Anunciai entre as nações; e fazei ouvir, e arvorai um estandarte, fazei ouvir, não encubrais; dizei: Tomada está Babilônia, confundido está Bel, espatifado está Merodaque, confundidos estão os seus ídolos, e quebradas estão as suas imagens. Porque subiu contra ela uma nação do norte, que fará da sua terra uma solidão, e não haverá quem nela habite; tanto os homens como os animais fugiram, e se foram.” - Jeremias 50:2-3

“ASSIM diz o Senhor: Eis que levantarei um vento destruidor contra Babilônia, e contra os que habitam no meio dos que se levantam contra mim. E enviarei padejadores contra Babilônia, que a padejarão, e despejarão a sua terra; porque virão contra ela em redor no dia da calamidade.” - Jeremias 51:1-2

A questão é que essa destruição total da Babilônia ainda não ocorreu. Ocorrerá durante o período de Tribulação, conforme descrito no livro de Apocalipse. Então, concluímos que Jeremias e Isaías tiveram revelações sobre a destruição da Babilônia reconstruída no final dos tempos.

 

Sinais do Fim dos Tempos

Índice do Estudo do Fim dos Tempos