As diferenÇas entre a primeira e a segunda vinda de Jesus Cristo

 

Na primeira vinda de Jesus...

  • João 3:16
    "Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu [próprio] Filho unigênito (único), para que todo aquele que nele crê (confia) não pereça (não seja destruído, não seja perdido), mas tenha a vida eterna."

Deus ama tanto o mundo que seu seu filho para morrer na cruz de para que todo aquele que o recebesse também fosse feito filho de Deus (João 1:12).

Gosto muito quando a Bíblia se refere a Jesus como sendo o segundo Adão. Está em 1 Coríntios 15:45-47:

  1. Assim está também escrito: O primeiro homem, Adão, foi feito em alma vivente (uma personalidade individual); o último Adão (Cristo) em espírito vivificante [restaurando os mortos à vida].
  2. Mas não é primeiro o espiritual, senão o natural; depois o espiritual.
  3. O primeiro homem, da terra, é terreno; o segundo homem, o Senhor, é do céu.

Estes versículos deixam claro que, mesmo após o pecado de Adão, Deus não desistiu da humanidade e enviou Jesus, seu filho, o segundo Adão, para que o ser humano ainda sim pudesse ter a opção de salvação e voltar para o domínio de Deus.

Em sua primeira vinda, Jesus Cristo sofreu por todos nós, carregou sobre si os nossos pecados, as nossas transgressões. Isaías, cerca de 700 anos antes da primeira vinda de Jesus, profetizou que ele viria pela primeira vez, narrando assim qual era o propósito de sua vinda:

  • Isaías 53:3-7
    "Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum. Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades (doenças, fraquezas e aflições), e as nossas dores [de punição] levou sobre si; e nós [ignorantemente] o reputávamos por aflito, ferido de Deus [como se fosse leproso], e oprimido. Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo [necessário] que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras (feridas) fomos sarados. Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos. Ele foi oprimido e [além disso] afligido, mas não abriu a sua boca; como um cordeiro foi levado ao matadouro, e como a ovelha muda perante os seus tosquiadores, assim ele não abriu a sua boca. "

Jesus veio pela primeira vez para sofrer em nosso lugar. Ele sofreu de tudo por nós: zombaria, perseguições, agressões físicas, rejeição. E um detalhe importante: todos nós nascemos pecadores. Se fosse algum de nós que sofresse tudo isto, já seria uma barbaridade. Jesus é a Palavra de Deus em carne e osso (João 1:1) e portanto não possui pecado. E ele, sem ter pecado, sofreu tudo isto por nós.

Mesmo assim, Jesus, por ser a Palavra de Deus encarnada, realizou todos aqueles milagres maravilhosos, ensinando a fé em Deus. Milagres que, em sua maioria, ninguém, antes de Jesus, jamais realizou.

Jesus morreu na cruz para que todos nós, através de seu sangue vertido na cruz, pudéssemos ser feitos filhos de Deus também, tamanho o amor de Deus por todos nós.

Em sua segunda vinda...

O livro de Apocalipse é o único que traz descrições físicas detalhadas de Jesus em seu corpo já glorificado:

  • Apocalipse 1:13-15:
    "E no meio dos sete castiçais um semelhante ao Filho do homem, vestido até aos pés de uma roupa comprida, e cingido pelos peitos com um cinto de ouro. E a sua cabeça e cabelos eram brancos como lã branca, [brancos] como a neve, e os seus olhos [reluziam] como chama de fogo; E os seus pés, semelhantes a latão reluzente, como se tivessem sido refinados numa fornalha, e a sua voz como a voz de muitas águas."

Vejam que as características físicas de Jesus Cristo são agora bem diferentes de sua primeira vinda. Jesus já está em seu corpo glorificado. Se analisarmos a Palavra mais a fundo, veremos que estas características nos lembram diretamente do episódio da transfiguração de Jesus:

  • Marcos 9:2-3:
    "E seis dias depois Jesus tomou consigo a Pedro, a Tiago, e a João, e os levou sós, em particular, a um alto monte; e transfigurou-se diante deles; E as suas vestes tornaram-se resplandecentes, extremamente brancas como a neve, tais como nenhum lavadeiro sobre a terra os poderia branquear."

Foi para isto que Jesus se transfigurou diante de Pedro, Tiago e João: para mostrar todo o seu poder, glória e autoridade sobre os céus e a terra (Mateus 28:18).

Se em sua primeira vinda, Jesus veio para ser humilhado, levar todos os nossos pecados sobre si e morrer por nós, em sua segunda vinda, Jesus virá como Rei dos reis e Senhor dos senhores (Apocalipse 19:16).

Portanto, Jesus virá em poder e glória. Tanta será esta glória e tanto será este poder que Filipenses 2:9-11 afirma o seguinte:

"Por isso [pelo fato Dele ter ido tão abaixo], também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; Para que ao nome de Jesus se dobre [obrigatoriamente] todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, E toda a língua [francamente e abertamente] confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai."

Percebam que, hoje, a autoridade do nome de Jesus é tamanha que até os demônios, referidos aqui como os "debaixo da terra" têm que dobrar os joelhos perante este nome. Esta é a dimensão da autoridade de Jesus em sua segunda vinda.

Em seu Aparecimento Glorioso, Jesus prenderá Satanás por mil anos (Apocalipse 20:2) e julgará a todas as nações:

  • Mateus 25:31-32:
    "E quando o Filho do homem vier em sua glória (Sua majestade e esplendor), e todos os santos anjos com ele, então se assentará no trono da sua glória; E todas as nações serão reunidas diante dele, e apartará [seu povo] uns dos outros, como o pastor aparta dos bodes as ovelhas; "

A partir dete momento, o mundo jamais será o mesmo. Jesus inaugurará a era de paz que a humanidade sempre sonhou. Jesus governará este mundo por mil anos, vindo, depois disto, a eternidade.

 

Índice do Estudo do Fim dos Tempos