49ª Semana de 2018

Leitura da Semana: Malaquias 3, Mateus 11, Mateus 26, Marcos 11 e Apocalipse 19

O Messias entrará no templo com Autoridade

"Eis que eu envio o meu mensageiro, que preparará o caminho diante de mim; de repente, virá ao seu templo o Senhor [o Messias], a quem vós buscais, o Anjo da Aliança, a quem vós desejais; eis que ele vem, diz o SENHOR dos Exércitos."
(Malaquias 3:1)

A autoridade de Deus é e será sempre refletida na terra através de Seu Filho Jesus Cristo, o Verdadeiro Messias. Não há como negar esse fato. Conforme os textos dos evangelhos, Jesus colocava pânico nos demônios somente com Sua presença. Ele nem precisava proferir uma palavra sequer, se assim desejasse, e todos os demônios já estavam automaticamente submetidos a Ele. Veja, por exemplo, o texto de Marcos 1:23-27:

"Não tardou que aparecesse na sinagoga um homem possesso de espírito imundo, o qual [imediatamente] bradou: Que temos nós contigo, Jesus Nazareno? Vieste para perder-nos? Bem sei quem és: o Santo de Deus! Mas Jesus o repreendeu, dizendo: Cala-te (sê amordaçado - no original em grego) e sai desse homem. Então, o espírito imundo, agitando-o violentamente e bradando em alta voz, saiu dele. Todos se admiraram, a ponto de perguntarem entre si: Que vem a ser isto? Uma nova doutrina! Com autoridade ele ordena aos espíritos imundos, e eles lhe obedecem!"

Nota: Perceba que você não precisa saber o nome de um demônio para expulsá-lo mediante a autoridade que Jesus lhe delegou. Isso é o Cristianismo puro e simples. A autoridade de Jesus lhe basta para tudo em sua vida.

Segundo o texto de Malaquias, o Messias entraria no Templo de Deus com autoridade. O profeta Malaquias recebeu uma visão impressionante por parte do Espírito Santo de algo que ocorreria cerca de 430 anos depois. A profecia cumpriu-se literalmente em Jesus Cristo. Veja os detalhes de seu cumprimento:

  1. Haveria um mensageiro preparando o caminho de chegada do Senhor.

Esse foi João Batista, conforme Mateus 11:10:

"Este é de quem está escrito: Eis aí eu envio diante da tua face o meu mensageiro, o qual preparará o teu caminho diante de ti."

  1. O Messias virá ao Seu Templo.

Jesus entrou no Templo com autoridade, e expulsou todos os que faziam do templo um local de comércio (leia mais sobre o zelo do Messias pela Casa de Deus no devocional da Semana 33) conforme Marcos 11:15-17:

"E foram para Jerusalém. Entrando ele (Jesus) [na entrada e] no [pátio do] templo, passou a expulsar os que ali vendiam e compravam; derribou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas. Não permitia que alguém conduzisse qualquer utensílio pelo templo [e fizesse da área do templo um atalho para tráfego]; também os ensinava e dizia: Não está escrito: A minha casa será chamada casa de oração para todas as nações? Vós, porém, a tendes transformado em covil de salteadores."

A mesma autoridade Ele exerce hoje e quer expulsar tudo que atrapalha nosso relacionamento com Ele, com Deus Pai e Deus Espírito Santo. Afinal de contas, o Verdadeiro Templo é o nosso corpo (1 Coríntios 6:19) e precisa estar limpo para que Jesus habite nele.

  1. O Messias é o Anjo e Senhor da Aliança a quem se refere o profeta Malaquias

Jesus é o único Senhor e Mensageiro (por isso a palavra Anjo aparece na profecia) da Nova Aliança. Somente através do Sangue Dele é que pudemos estabelecer uma Nova Aliança com Pai. Foi exatamente isso que Jesus mencionou em Mateus 26:28, ao celebrar a Última Ceia antes de Sua crucificação:

"...porque isto é o meu sangue, o sangue da [nova] aliança, [que confirma o pacto e é] derramado em favor de muitos, para remissão de pecados."

Ao ser crucificado, Ele finalmente vence a morte e restabelece a autoridade que se havia perdido desde a época de Adão. Durante esse devocional, já falamos algumas vezes sobre a autoridade de Jesus Cristo. Deus quer, nessa semana, que você reflita novamente sobre como Jesus restaurou essa autoridade e a deu a você de graça. Apocalipse 19 diz que Jesus, em Sua Segunda Vinda, virá com total autoridade e finalmente derrotará todos os inimigos dessa Nova Aliança. Se Jesus venceu, você também venceu.

Início do Site

Devocional da semana atual

Devocional de outras semanas: