48ª Semana de 2018

Leitura da Semana: Isaías 59, Hebreus 9, Romanos 3 e Romanos 8

O Messias é o Verdadeiro e Único Intercessor entre o ser humano e Deus

"Viu [Deus] que não havia ajudador algum e maravilhou-se de que não houvesse um intercessor [, ninguém que interviesse em favor da verdade e da retidão]; pelo que o seu próprio braço lhe trouxe a salvação, e a sua própria justiça [com o Espírito sem medida] o susteve."
(Isaías 59:16)

Que impressionante a visão de Isaías! Desde quando Adão pecou, o homem havia se separado de Deus. Sendo assim, um mediador humano se fazia necessário para que a humanidade fosse reconciliada com Deus. Escrevendo esse texto, lembro-me dessa passagem em Ezequiel 22:30:

"Busquei entre eles um homem que tapasse o muro e se colocasse na brecha perante mim, a favor desta terra, para que eu não a destruísse; mas a ninguém achei."

Perceba que sempre foi o desejo de Deus estar junto da humanidade. Porém, não havia ninguém que pudesse estar à altura de promover essa mediação, posto que o todo ser humano pecou, e destituído estão da Glória de Deus (Romanos 3:23). Somente alguém sem pecado poderia realizar essa tarefa. Restou então uma única alternativa: Deus enviaria o Seu Filho para promover essa reconciliação. Foi exatamente isso o que Deus revelou a Isaías em Isaías 59:16. O Messias seria o responsável por reconciliar o homem com Deus.

O versículo se cumpriu literalmente em Jesus Cristo, quando Ele morreu na cruz por nós, fazendo-Se sacrifício por nossos pecados. O Sangue de Jesus derramado na cruz foi o selo da reconciliação entre nós e Deus. O autor de Hebreus narra o cumprimento dessa profecia messiânica com extrema clareza em Hebreus 9:15:

"Por isso mesmo, ele [Cristo, o Messias] é o Mediador da nova [e eterna] aliança (testamento), a fim de que, intervindo a morte para remissão das transgressões que havia sob a primeira [velha] aliança, recebam a promessa da eterna herança aqueles que têm sido chamados."

Se você tem o dom de ser intercessor quando Deus lhe chama para orar, nunca se esqueça que o resultado da intercessão deverá ser sempre a reconciliação. Se não for assim, a oração intercessória perde o seu objetivo. Em Romanos 8, a Palavra nos afirma que o Espírito Santo e o próprio Jesus continuam intercedendo por nós atualmente:

"E da mesma maneira também o Espírito [Santo] ajuda as nossas fraquezas; porque não sabemos o que havemos de pedir como convém, mas o mesmo Espírito intercede por nós com gemidos inexprimíveis." (Romanos 8:26 - ARC)

"Quem os condenará? É Cristo Jesus (o Messias) quem morreu ou, antes, quem ressuscitou, o qual está à direita de Deus e também intercede por nós." (Romanos 8:34)

Quando você ora a Deus, saiba que você NUNCA está sozinho. Tanto Jesus como o Espírito Santo estão intercedendo por você diante de Deus Pai. Tudo isso é possível graças à mediação de Jesus, morrendo na cruz para que você vivesse!

Nesta semana, reflita no aspecto da reconciliação eterna entre você e Deus graças a Jesus Cristo, o Messias, que morreu por você na cruz, ressuscitou e voltará em breve para reinar aqui na terra.

Comece meditando no fato de que, uma vez reconciliado, ninguém poderá separá-lo de Deus novamente:

"Porque eu estou bem certo (com absoluta certeza) de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor." (Romanos 8:38-39)

Início do Site

Devocional da semana atual

Devocional de outras semanas: