17ª Semana de 2018

Leitura da Semana: Hebreus 9, Apocalipse 12 e Marcos 14

A importância do Sangue de Jesus

"Então, tomou Moisés aquele sangue [, a metade que sobrou], e o aspergiu sobre o povo, e disse: Eis aqui o sangue da aliança que o SENHOR fez convosco a respeito de todas estas palavras."
(Êxodo 24:8)

Quando tomamos a Santa Ceia, muitos de nós geralmente o faz por mero ritual. E posso dizer algo com toda certeza: Deus detesta rituais e legalismos. Ir à igreja como se fosse à escola, somente para que o nome conste na lista de chamada do pastor, ou para que os irmãos vejam a "dedicação" de estar sempre ali, envolvido no constante ativismo? Legalismo. Se o que fizermos não for por puro amor a Jesus, não passa de legalismo. Deus vê o nosso coração. E o nosso coração deve fazer o que Deus manda com alegria e autenticidade.

Moisés, em Êxodo 24:8, prefigurou o que mais tarde ocorreria com Jesus, derramando Seu Sangue na cruz por nós. Em Hebreus 9:11-14, Jesus cumpriu totalmente a atitude profética de Moisés, tornando-se o sacrifício definitivo por nossos pecados:

"Quando, porém, [chegou o tempo determinado,] veio Cristo como sumo sacerdote dos bens já realizados, mediante o [então] maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos [humanas], quer dizer, não desta criação, não por meio de sangue de bodes e de bezerros [pelos quais se fazia a reconciliação entre Deus e o homem], mas pelo seu próprio sangue, entrou no Santo dos Santos [dos céus], uma vez por todas, tendo obtido eterna redenção (uma libertação eterna para nós). Portanto, se o sangue de bodes e de touros e a cinza de uma novilha, [meramente] aspergidos sobre os contaminados, os santificam, quanto à purificação da carne, muito mais o sangue de Cristo, que, pelo [Seu] Espírito eterno [Sua própria personalidade divina pré-existente], a si mesmo se ofereceu sem mácula a Deus, purificará a nossa consciência de obras mortas, para servirmos ao Deus [eternamente] vivo!"

O Sangue de Jesus liberta, purifica, cura e, acima de tudo, confirma a Aliança Eterna que temos com Deus, sendo Jesus o Mediador dela. Lembre-se do significado do Sangue de Jesus toda vez que você tomar a Santa Ceia.

Início do Site

Devocional da semana atual

Devocional de outras semanas: