A IGREJA DE TIATIRA - A IGREJA PAGÃ (606 d.C. - TribulaÇÃo)
Apocalipse 2:18-29

  1. Ao anjo da igreja em Tiatira escreve: Estas coisas diz o Filho de Deus, que tem os olhos como chama de fogo e os pés semelhantes ao bronze polido:
  2. Conheço as tuas obras, o teu amor, a tua fé, o teu serviço, a tua perseverança e as tuas últimas obras, mais numerosas do que as primeiras.
  3. Tenho, porém, contra ti o tolerares que essa mulher, Jezabel, que a si mesma se declara profetisa, não somente ensine, mas ainda seduza os meus servos a praticarem a prostituição e a comerem coisas sacrificadas a ídolos.
  4. Dei-lhe tempo para que se arrependesse; ela, todavia, não quer arrepender-se da sua prostituição.
  5. Eis que a prostro de cama, bem como em grande tribulação os que com ela adulteram, caso não se arrependam das obras que ela incita.
  6. Matarei os seus filhos, e todas as igrejas conhecerão que eu sou aquele que sonda mentes e corações, e vos darei a cada um segundo as vossas obras.
  7. Digo, todavia, a vós outros, os demais de Tiatira, a tantos quantos não têm essa doutrina e que não conheceram, como eles dizem, as coisas profundas de Satanás: Outra carga não jogarei sobre vós;
  8. tão-somente conservai o que tendes, até que eu venha.
  9. Ao vencedor, que guardar até ao fim as minhas obras, eu lhe darei autoridade sobre as nações,
  10. e com cetro de ferro as regerá e as reduzirá a pedaços como se fossem objetos de barro;
  11. assim como também eu recebi de meu Pai, dar-lhe-ei ainda a estrela da manhã.
  12. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas.

Segundo os indícios históricos, Alexandre Magno foi o provável fundador da cidade de Tiatira, em aproximadamente 300 a.C. Situada na Macedônia, era uma cidade rica e conhecida no mundo antigo por suas telas tingidas de tintas em cores vivas. Em Atos 16:14 existe também um indício de que Lídia foi uma das responsáveis pela evangelização de Tiatira, pois respondeu à mensagem de Paulo, quando ele se encontrava em Filipos.

Perfil da Igreja de Tiatira

A Igreja de Tiatira tem como uma de suas características o foco maior nas obras das mãos dos homens do que a crença na sã doutrina. Além disso, Jesus repreende essa igreja por ela permitir o ensino de heresias e falsas doutrinas.

A Igreja de Tiatira representa também o período histórico chamado de Idade das Trevas, que compreendeu o período de 606 d.C. a 1517 d.C. "Trevas" significa que durante esse período, se acentuou muito o paganismo dentro do Cristianismo, continuando processo de contaminação iniciado por Satanás no período histórico da Igreja representado pela Igreja de Pérgamo.

A luz que Jesus Cristo confiou à Igreja se extinguiu por muito tempo e não apareceu mais até a Reforma, promovida por Martinho Lutero, em 31 de outubro de 1517. Como continuação do paganismo iniciado no perído que compreende a Igreja de Pérgamo, algumas das seguintes doutrinas pagãs passam a ser introduzidas no Cristianismo:

607 d.C.

Bonifácio III é nomeado o primeiro Papa

709 d.C.

Os fiéis passam a beijar os pés do Papa

786 d.C.

Começa a adoração a imagens e relíquias

850 d.C.

Começa o uso da "água benta"

995 d.C.

Começa a canonização dos santos que morreram

998 d.C.

Começa o jejum às sextas-feiras e no período de quaresma

1090 d.C.

Começa-se a rezar o rosário

1184 d.C.

Começa a inquisição

1190 d.C.

Vendem-se as indulgências

1220 d.C.

Adoração à hóstia

1229 d.C.

Proibição do povo de ler a Bíblia (somente sacerdotes poderiam lê-la)

1414 d.C.

O povo é proibido de participar da ceia durante a comunhão

1439 d.C.

Decretada a doutrina do purgatório

1546 d.C.

Os livros apócrifos são inseridos na Bíblia

1870 d.C.

Proclamada a infalibilidade do Papa (o Papa passa a ser um homem que jamais se engana)

O nome "Tiatira" é originário de duas palavras que significam sacrifício e contínuo. Ou seja, a Igreja, agora com sua sede em Roma, nega a doutrina da salvação por meio de Jesus Cristo e promove a heresia do sacrifício contínuo para se adquirir a salvação e purificação dos pecados, o que envolve penitências, indulgências, obras das próprias mãos (como pagamento de promessas) - todas idéias satânicas que o próprio Senhor Jesus classifica como sendo "coisas profundas de Satanás" (Apocalipse 2:24).

Todas essas práticas pagãs vieram da Babilônia. Satanás fez exatamente a mesma coisa nos costumes religiosos dos babilônicos. Somente se trocavam os nomes dos deuses e das práticas. Não é à toa que Jesus se refere à Babilônia como "mãe das meretrizes e das abominações da terra" (Apocalipse 17:6).

Em contrapartida, é também extremamente importante comentar o fato de que o paganismo acentuado em 606 d.C. continua até hoje em muitas igrejas (inclusive em muitas igrejas que se denominam evangélicas), por isso consideramos que o período representado pela Igreja de Tiatira começa em 606 d.C. e se estenderá até a Tribulação. Obviamente, uma igreja pagã e contaminada não subirá no dia do Arrebatamento e continuará presente até que se inicie a Tribulação, quando o anticristo então elegerá o falso profeta como o regente de uma religião mundial (única e falsa), unindo todo paganismo possível mascarando uma adoração ao próprio Satanás.

 

Índice do Estudo do Livro de Apocalipse