Os detalhes Aparecimento Glorioso de Jesus Cristo descritos na BÍblia

O aparecimento glorioso de Jesus será público e notório. Muito diferente do arrebatamento, onde somente os crentes o verão. Clique aqui e saiba quais são as diferenças entre o arrebatamento e o aparecimento glorioso.

Em Mateus 24, está a descrição mais detalhada de todas, dita pelo próprio Senhor Jesus Cristo:

  • Mateus 24:27
    "Porque, assim como o relâmpago sai do oriente e se mostra até ao ocidente, assim será também a vinda do Filho do homem."
  • Mateus 24:29-31
    "E, logo depois da aflição daqueles dias, o sol escurecerá, e a lua não dará a sua luz, e as estrelas cairão do céu, e as potências dos céus serão abaladas. Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; e todas as tribos da terra se lamentarão, e verão o Filho do homem, vindo sobre as nuvens do céu, com poder e grande glória[em brilho e esplendor]. E ele enviará os seus anjos com rijo clamor de trombeta, os quais ajuntarão os Seus escolhidos (os Seus eleitos) desde os quatro ventos, [exatamente] de uma à outra extremidade dos céus."

Isto significa que TODOS VERÃO A JESUS CRISTO! E isto acontecerá imediatamente após os sete anos de Tribulação.

Conforme o próprio Senhor Jesus disse acima, todas as nações do mundo se lamentarão porque as mesmas não criam em Jesus e agora o vêem voltando para seu reinado.

Israel também chorará de tristeza porque rejeitou, durante toda a história, Jesus como o verdadeiro messias. Paulo dá um exemplo de como estava arrependido de época em que perseguia a Jesus, e expressa este mesmo sentimento em 2 Coríntios 12:10-12:

"Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco[em fraqueza humana] então sou [realmente] forte (capaz, poderoso em força divina) . Fui néscio em gloriar-me; vós me constrangestes. Eu devia ter sido louvado por vós, visto que em nada fui inferior aos mais excelentes[porém falsos] apóstolos [vossos], ainda que nada (ninguém) sou. Os sinais do meu apostolado [genuíno] foram manifestados entre vós com toda a paciência, por sinais, prodígios e maravilhas. "

Portanto, haverá um desespero total por parte de todos que rejeitaram Jesus, porque vêem sua volta, e sabem que não haverá mais tempo de aceitá-lo. Os sete anos de Tribulação anteriores foram a última chance dada por Deus para se aceitar a Jesus como Senhor e Salvador.

Momentos antes de sua crucificação, Jesus prediz novamente sua segunda vinda, em Mateus 26:62-65:

"E, levantando-se o sumo sacerdote, disse-lhe: Não respondes coisa alguma ao que estes depõem contra ti? Jesus, porém, guardava silêncio. E, insistindo o sumo sacerdote, disse-lhe: Conjuro-te pelo Deus vivo que nos digas se tu és o Cristo, o Filho de Deus. Disse-lhe Jesus: Tu o disseste; digo-vos, porém, que vereis em breve o Filho do homem assentado à direita do Poder, e vindo sobre as nuvens do céu. Então o sumo sacerdote rasgou as suas vestes, dizendo: Blasfemou; para que precisamos ainda de testemunhas? Eis que bem ouvistes agora a sua blasfêmia."

 

Índice do Estudo do Fim dos Tempos